top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Dnit confirma início das obras da Ponte do Fandango para junho

Em audiência na regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) do Rio Grande do Sul na tarde dessa terça-feira, 16, com o superintendente Hiratan Pinheiro, o deputado estadual cachoeirense Cláudio Tatsch obteve, em primeira mão, novas informações sobre o projeto de reforma da Ponte da Fandango. A principal delas é data atualizada para início da obra: o próximo mês de junho.


O atraso foi em decorrência de um problema estrutural emergencial na ponte. Contratada por R$ 68,2 milhões para a obra, a Construtora Cidade, de Porto Alegre, terá um ano para executar o serviço. O projeto técnico elaborado pela empresa para a reforma está pronto, e o projeto executivo em análise no Dnit, com previsão de aprovação para o mês que vem.


Outra novidade é a passarela de pedestres atual, que será removida para possibilitar a ampliação em um metro da largura da pista, que passará a ter 8 metros para o tráfego de veículos e outros 4 metros de acostamento. Por fora da ponte será construído um novo passeio público, com 1,60 metro de largura, possibilitando inclusive a passagem de usuários de cadeira de rodas.


PARA SABER MAIS

Novidades sobre a Ponte do Fandango

. Já foi apresentado o projeto executivo da obra.

. A data prevista para o início da reforma é junho de 2024, com um ano para sua execução completa.

. O ensaios prévios à obra já estão ocorrendo, como a testagem de solo.

. O passeio público atual, sobre a ponte, será removido. Uma nova passarela, por fora da ponte, será construída. A passarela será de concreto e terá 1,60 metro de largura, adequada até para cadeirantes.

. O plano de execução começará pelo lado direito, oposto à passarela, na direção a Cachoeira, onde não há passeio público.

. A expectativa é de que a liberação para tráfego de caminhões ao menos em meia pista sobre a ponte ocorra até o início de 2025.

. A largura da pista da será aumentada para 12 metros, sendo 8 metros de área interna para tráfego de veículos e 4 metros de acostamento.

. A obra prevê novas fundações, pilares e vãos na Ponte do Fandango.

. O sistema de "Pare e Siga" na ponte continuará até o final da execução do projeto.

. A estrutura metálica não será alterada.


FALOU & DISSE

"Uma obra inicia bem antes da utilização de concreto".

Cláudio Tatsch, deputado estadual, falando sobre as etapas prévias da reforma da Ponte do Fandango, como projetos técnico e executivo, e testes

Imagem: Cláudio Tatsch e Hiratan Pinheiro com o projeto técnico da reforma da Ponte do Fandango /LUCAS SANTOS.


Comments


bottom of page