top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Fazenda Boa Esperança conquista pelo 7º ano consecutivo o touro mais pesado da Expointer



O touro Hudson da Boa Esperança marcou 1.410 quilos na balança e se consagrou o animal mais pesado da Expointer 2023. O registro na balança foi marcado por volta das 10h deste domingo. O proprietário da Fazenda Boa Esperança, de Cachoeira do Sul, Cacaio Lima, celebrou mais uma conquista da raça Limousin na feira. “É o sétimo ano consecutivo que a Fazenda Boa Esperança é laureada com o touro mais pesado, que é um destaque nacional”, disse.


“A raça é de grande porte, campeã mundial de rendimento de carcaça, mas seus filhos nascem pequenos. Esse touro, com a musculatura atual, não serve para cobertura, mas depois vai emagrecer e vamos coletar sêmen para venda a outros pecuaristas”, explicou.


Hudson da Boa Esperança tem quatro anos de vida e já tinha participado da Expointer em anos anteriores, tendo pesado em torno de 1.200 quilos em 2022. “Este ano foi uma grata surpresa, porque ele não entra nas minhas balanças. Então, a gente esperava em torno de 1.350 quilos. Teve até muito jogo por isso, muitos chopes apostados, e quem acertou foi um amigo do Paraná, dizendo que ele pesava entre 1.407 e 1.417 quilos”, disse.


Presidente da Associação Brasileira de Limousin, Cacaio Lima afirmou que não há mistério para as proezas com animais pesados na Expointer. “Todos os animais são domados quando terneiros e soltos em piquetes. São alimentados duas vezes ao dia. Três meses antes da exposição, começamos a alimentar três vezes ao dia, com casca de soja, silagem de milho e ração. Depois, um mês antes, recolhemos para uma cocheira e aí acrescentamos alfafa triturada. Essa é a alimentação. Não tem segredo, a raça é de peso,” ensinou.





Fonte: Correio do Povo




コメント


bottom of page