top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Fecomércio-RS pede mais prazo à prorrogação de parcelamentos do Simples Nacional

A Fecomércio-RS solicitou ao Comitê Gestor do Simples Nacional mais prazo à prorrogação dos parcelamentos devidos pelos contribuintes gaúchos no âmbito do Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições. Como apoio aos empreendedores afetados pelas enchentes, o órgão havia prorrogado os vencimentos de maio para o último dia útil de junho. Contudo, esse prazo se encerra já nesta sexta-feira, dia 28, e a Federação entende que é necessário mais tempo até que seja retomada a obrigação dos pagamentos.


"A medida contribuiu para dar fôlego financeiro a muitas empresas afetadas pelas enchentes que possuíam parcelamentos em vigor. Contudo, passados quase dois meses do início dos eventos, é possível observar que as organizações mais impactadas ainda não conseguiram retomar por completo suas operações, diferentemente do que pode ter sido previsto na data de publicação da Resolução que concedeu a prorrogação", aponta o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, em documento enviado ao presidente do Comitê Gestor do Simples Nacional, Olielson Lobato Júnior, nesta segunda-feira, 24 de junho.


A entidade apresentou dados obtidos junto à Receita Estadual que apontam redução de 38% na emissão de nota fiscal a consumidor final por empresas nas áreas inundadas, em comparação ao nível anterior às enchentes. O percentual considera a média de vendas em uma janela de sete dias e foi apurado no último dia 21. "Sem operar com grandes volumes de reservas, as empresas que ainda estão em trabalho de limpeza e reconstrução - sem receitas e tendo que honrar obrigações com a folha de salários - terão extrema dificuldade em se manter adimplentes", conclui o presidente da Fecomércio-RS.

Imagem: Divulgação.

Comments


bottom of page