top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Igor Noronha | Giro da Semana

EMENDA IMPOSITIVA

É uma parte do orçamento que parlamentares (Senadores, Deputados, Federais e Estaduais, e Vereadores) têm à disposição para indicarem onde obras serão executadas ou serviços prestados. Existe lá em cima também, em Brasília, não por acaso uma dos grandes motivos do cachoeirense ter votado em José Otávio em 2020 foi pelo dinheiro que enviou ao Hospital, por exemplo. Mas parece que quando o assunto se refere aos Vereadores não recebe o mesmo tratamento festivo.

EMENDA IMPOSITIVA II

Esta semana se ouviu críticas faladas na rádio do maior grupo de comunicação da cidade. Chegou-se a dizer que eram usadas para a compra de votos. Mas parece que só quem “compra” são os vereadores, pois quando é um Deputado que envia tem manchete grande no Jornal.

EMENDA IMPOSITIVA III

Se não fosse os vereadores indicarem onde o recurso deve ser aplicado, na melhoria da vida das pessoas, quantas ruas não receberiam pavimentação, quantas escolas não seriam arrumadas, quantos exames deixariam de ser feitos, quantos postos de saúde não receberiam melhorias? O pano de fundo das críticas às emendas (só dos vereadores) é que sobra menos recurso para se avançarem no cofre público.

POR FALAR NISSO

Só para este ano tem empenhados quase R$ 600 mil para irrigar o caixa do maior grupo de comunicação da cidade. Assim até eu sou dono de negócio.

EMPREGOS

Pelo terceiro mês consecutivo assistimos à queda no número de empregos na cidade. Segundo o índice de Desenvolvimento Sustentável nossa nota em Trabalho Decente e Crescimento Econômico é baixa (40 a 49,99 – numa escala que vai até 100). Em Indústria, Inovação e Infraestrutura é muito baixo (0 a 39,99). A prefeita poderia aproveitar a onda de renovação que quer dar ao seu governo e mexer algumas peças que até aqui demonstram amadorismo e falta de capacidade.

FAPS

Só leio que o melhor é parcelar, que se não parcelar não vai resolver, mas não vi ou ouvi ninguém dizer que quanto um Prefeito se compromete ele tem que cumprir com o pagamento. Chegou aonde chegou por que até hoje a parte patronal não é paga. Dirão que para pagar tem que ter dinheiro e isso é lógico. Para sobrar mais, a coluna deu exemplos, basta deixar de gastar com o desnecessário

OPERAÇÃO FANDANGO

Depois que os autos do processo ganhou ampla divulgação, pouco importa se a Câmara teve ou não teve acesso aos autos. E outra, os Vereadores nada podem fazer quanto ao que está na Justiça. Querem fazer um bem à cidade cassem o mandato do chefão do maior esquema de corrupção que Cachoeira já viu. A base para isso, o Decreto Lei nº 201/67. Como ouvi esta semana que pelo menos 10 (exatamente o número de votos para cassar) têm cargos na Prefeitura se esvai a chance de acontecer.

RENASCIMENTO

A conversa agora é que o Prefeito afastado José Otávio estaria melhorando a passos largos e que como uma “Fênix” voltaria à cena de onde saiu por ação do MP e ordem Judicial. Fui no dicionário e li que se trata de uma ave que simboliza o renascimento, o recomeçar, porém sem perder a essência ao se tratar sempre da mesma criatura. Chega né? O cachoeirense aprendeu a lição, espero.

JOAQUIM VIDAL

Depois de reinaugurado e com a iluminação que permite jogos à noite, é grande a movimentação. Eu que sou vizinho do nosso estádio ouço a euforia das torcidas. O ginásio Derli Steinmetz, o Derlizão, também é palco de grandes festas das torcidas. Viva à prática esportiva.

CONSULTA POPULAR

A última semana foi de grande movimentação, pela etapa de votação da CP deste ano. Já foi a maior participação dos últimos 3 anos. Em 2021, Cachoeira do Sul fez apenas 200 votos. Ano passado foram 196. Este ano, na quinta-feira, a segunda parcial somava 680 votos. Já fizemos história e estamos otimistas que conseguiremos os quase 1400 votos para garantirmos a vinda dos R$ 314 mil.



Igor Noronha

留言


bottom of page