• Da Redação

Igor Noronha | Giro da Semana

PELOM A votação de sexta, da Proposta de Emenda à Lei Orgânica, para instituir o Diário Oficial Eletrônico, deve se confirmar na segunda votação. Vitória do respeito ao dinheiro do contribuinte, da participação social que se mobilizou e disse o que queria dos seus representantes. Foram em massa às redes sociais, usaram cartazes, ligaram para os vereadores e o resultado está aí. A Primavera árabe derrubou ditaduras no Oriente Médio e norte da África, através da disseminação de ideias democráticas pelas redes sociais.


Com um simples grupo de comunicação, acostumado a se servir de recursos públicos para viabilizar seu negócio, não seria diferente. A cidade acordou e é um enorme privilégio viver tudo isso. Mais uma grande história para contar aos meus filhos e netos. Da minha parte não tem “vingancinha” alguma, como foi dito pelo defensor do grupo que deixou a secretaria de saúde para votar. Eleição se ganha e se perde. Quando ganhei em 2016 exerci o mandato que as pessoas me confiaram. Nas suplências, em 2012 e 2020, segui trabalhando naquilo que é o meu ofício e minha CTPS (carteira de trabalho) seguiu assinada pela UERGS.

DIGNIDADE A nota do prefeito José Otávio, pedindo harmonia e união deixou à deriva quem pensava em votar contra a economia de recursos públicos. Não sejamos ingênuos com os discursos de unidade, pacificação, principalmente quando emanados do desequilíbrio, agressividade e raiva de poucos dias atrás. Já dizia Maximiliano Martins “perca tudo, menos a dignidade. Se houver dignidade haverá verdade, vencerás as vaidades e encontrará satisfação com o que é realidade”. Triste daquele que perde sua identidade, o que realmente pensa, na superficialidade disfarçada de verdade.

CAIR DE PÉ Sem outra alternativa, senão se render ao que acontece realmente na vida das pessoas, a opção foi sair da bolha, ou da redação, como queiram. Vereadores com notáveis saberes jurídicos que votaram pela ilegalidade do projeto foram contra o próprio parecer que exararam, pois se levantaram (o que na câmara é ser contrário) na hora da votação do mesmo. “Estamos votando pelo mérito”. Então tá.

REI SOL Louis XIV, rei da França no século XVII, se proclamou “Le Roi-Soleil” (o Rei Sol). Ele pretendia se igualar ao astro-rei como forma de demonstrar a seus súditos que seus poderes eram ilimitados e inesgotáveis. Foi esta a percepção que tive quando vi e ouvi máximas como “o mandato é meu”, “não devo nada a ninguém”, “vou e volto quando eu bem quiser” durante a discussão da PELOM. Curioso é que nenhum dos autores dessas frases fez 3 mil votos, a quantidade necessária para se eleger sem a participação dos demais candidatos em seus respectivos partidos ou chegaram à Câmara pela vontade divina, sem que centenas de pessoas tenha votado.

TIGELA Quem defendia a legalidade e constitucionalidade da PELOM do DOE foi chamado de jurista de meia tigela. Vamos esperar a reação dos que têm o recipiente cheio na tentativa de reversão na Justiça, só ela, após esgotados todos os recursos, pode dizer quem está certo.

O INÍCIO Muita gente se revolta, pelo absurdo, ou fica triste, pela quantidade de coisas mais importantes que precisam ser feitas na cidade, quando abrem ou acessam, somente sendo assinantes, o jornal impresso, e veem as publicações da prefeitura com os altos valores cobrados. Essa conscientização iniciou em 2017, através e uma lei aprovada na Câmara também por unanimidade. Entenderam por que os que se acham donos da cidade não gostam do poder que emana do povo?

IMPEDIMENTO No último dia 31 completou 5 anos que a ex-presidente Dilma Rousseff foi afastada do cargo por crimes de responsabilidade fiscal, descumprido a Lei Orçamentária de 2015 ao cometer as chamadas pedaladas fiscais. Não pagar emenda impositiva ao orçamento é semelhante. As emendas que deixei na Câmara ainda esperam a boa vontade do Executivo para serem pagas. Enquanto isso dezenas de pessoas aguardam. Pelo que se propagandeia só quando os moradores pagam praticamente tudo é que uma rua é pavimentada. Assim qualquer um corta fita.



Igor Noronha


Banner para site-1.png