top of page
  • Lenon Quoos

Jéssica Oliveira | Estruturas de concreto armado

Hoje, abordaremos um assunto muito importante para a construção civil, as estruturas de concreto armado. Existem alguns parâmetros que são fundamentais para assegurar não apenas a eficiência da obra, mas também a segurança e durabilidade das edificações.


1. Dimensões e Seções Mínimas

Para que seja garantida a integridade do projeto, o elemento estrutural deve ter dimensões mínimas, de acordo com o vão a vencer e carga “peso” a suportar.

É muito comum as edificações passarem por projeto de reforma, onde muitas vezes é trocada a funcionalidade dos cômodos. Se por acaso um cômodo que estava sendo considerado baixa carga mudar o uso para depósito ou biblioteca, por exemplo, a sobrecarga de utilização será bem maior do que a estrutura foi projetada, assim como piscinas em sacadas e terraços que não foram anteriormente dimensionados para tal, podendo gerar deformações, trincas ou até mesmo levar a estrutura ao colapso.


2. Cobrimento das Armaduras

O cobrimento das armaduras é essencial para garantir a durabilidade da estrutura, ele protege as armaduras da corrosão, evitando futuros problemas estruturais, sendo recorrente, em edificações mais antigas, os elementos estruturais apresentarem manchas alaranjadas, isso porque a armadura já entrou em processo de oxidação e com perda de área resistente. Por isso , tenha atenção ao visualizar manchas alaranjadas nas edificações, principalmente se houver desplacamento de concreto, pois é um sinal que há comprometimento da estrutura.

3. Resistência Mínima do Concreto

A resistência de concreto é dimensionada para a capacidade de carga a suportar, sendo de extrema importância para a segurança e durabilidade da estrutura. O concreto tem uma medida e proporção de materiais ideal, de acordo com a resistência e utilização. Deve-se ter um controle na hora de execução, sendo necessário que seja sempre usado as mesmas proporções em volume ou peso.


4. Módulo de Elasticidade

O módulo de elasticidade do concreto é uma medida de sua capacidade de deformação sob carga. Conhecer e aplicar corretamente esse parâmetro é essencial para o dimensionamento adequado das estruturas. Por esse motivo que não devemos retirar o escoramento das lajes e vigas antes do tempo de cura estipulado pelos projetistas, pois, além da resistência, a estrutura precisa atingir o modulo de elasticidade para não deformar.


5. Custos e Eficiência

Considerar o custo dos materiais e da mão de obra é uma parte crucial do processo. É possível conciliar eficiência e economia sem comprometer a qualidade e segurança da obra.


6. Execução Conforme as Normas

A execução da obra deve seguir rigorosamente as normas estabelecidas. Isso inclui desde a preparação do terreno até a concretagem e cura adequada.


7. Controle de Qualidade e Inspeções

Implementar um sistema de controle de qualidade com inspeções regulares é essencial. Identificar e corrigir eventuais desvios das normas durante o processo de construção é fundamental para a segurança da obra.


Todos esses parâmetros desempenham um papel crucial na concepção, construção e manutenção de estruturas de concreto armado, evitando problemas estruturais como deformações e colapsos. Além disso, o controle de qualidade e as inspeções identificam desvios estruturais a fim de corrigi-los, garantindo que a estrutura permaneça segura ao longo do tempo.


Jéssica Oliveira.

Comments


bottom of page