• Da Redação

Juliana Mesquita | As questões financeiras no mapa astral

Algumas pessoas desconhecem que a astrologia também trata das questões materiais e financeiras, no entanto, este assunto também é contemplado no mapa astral. Primeiro, cada signo tem um olhar particular para a materialidade e para as finanças. Justamente pela diferença de prioridades e valores, cada um dos doze signos tem uma visão distinta de riqueza e de importância ao dinheiro.


O signo de Touro tem uma inteligência material privilegiada e sabe lidar muito bem com os recursos financeiros. Para Touro, o dinheiro é o caminho para se atingir o conforto, o qual ele tanto preza. Para um signo de fogo como Sagitário, o dinheiro obviamente é importante, mas para lhe garantir oportunidade de estudos, viagens e aventuras. Para os leoninos, o dinheiro o ajuda para celebrar a vida. Para os capricornianos, o dinheiro é valioso e não deve ser desperdiçado, pois no futuro ele pode precisar.

O mapa astral é dividido em doze partes, as quais chamamos de casas astrais, cada casa corresponde a um setor de nossa vida. A casa dois é o setor do mapa astral referente aos recursos financeiros e a nossa produtividade. Os planetas colocados nesta casa vão criar eventos pertinentes à área financeira. Quem tem o Sol na casa dois precisa ter uma segurança material para se sentir bem consigo mesmo. Quem tem o planeta Netuno na casa dois deve ter cuidado, pois pode ser ingênuo em relação ao dinheiro, podendo ser enganado facilmente.


O outro setor relacionado ao dinheiro é a casa 8, a qual trata do dinheiro compartilhado, do dinheiro advindo de parcerias e sociedades. A casa oito também é um indicativo da vida financeira da pessoa, pois indica se ela tem mais facilidade em produzir recursos sozinha de forma autônoma ou em administrar os bens dos outros.


Enfim, o mapa astral também trata de questões materiais e financeiras e pode nos ajudar muito para seguirmos nossa essência e atingir uma vida financeira mais tranquila.

Juliana Mesquita.


Banner para site-1.png