top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Mãe precisa de ajuda para custear ida e estadia para tratamento do filho em Porto Alegre



A cachoeirense Mariele Nascimento Lopes está precisando de ajuda financeira para garantir a ida e a estadia em Porto Alegre, enquanto o seu filho Chanderson Renan Nascimento Lopes, de 12 anos, estiver realizando o seu tratamento de saúde. "Infelizmente não temos dinheiro suficiente para sair daqui, nem mesmo para passagens", conta.

Ela explica que nunca teve complicações na gestação do filho, mas os problemas iniciaram quando ao chegar ao 1 ano de idade, Chanderson pesava 10 quilos. O problema maior foi que o menino permaneceu com o mesmo peso até os três anos de idade. "Eu levava ele na pediatra e ela dizia que era normal, que era da natureza dele ser magro. Ele nasceu de 35 semanas, e eu acreditei nela por ser médica", frisa.


Só que a desconfiança da mãe de que havia algo errado se intensificou quando o filho ao chegar aos cinco anos pesava apenas 11 quilos. "Eu levava na médica e questionava se ele não tinha que tomar vitamina e ela dizia que era coisa da minha cabeça. Logo quando fez oito anos de idade ele começou com muito vômito e diarreia e pesando 12 quilos apenas. Então pedi para ela um exame de fígado, ela disse que não precisava, que eu estava exagerando. Foi aí que eu saí dali e fiz exame particular nele fiz o exame de fígado. No exame de sangue os níveis deram alterados e então resolvi levá-lo para Porto Alegre. Foi lá que descobri que o fígado dele tava crescendo fora da normalidade. Também apareceu uma cicatriz no rim", destaca a mãe.


Segundo ela, o filho permaneceu 22 dias internado, recebendo vitaminas. "Hoje em dia ele vem se arrastando e ninguém sabe me dizer o que ele tem. A UPA diz que não tem o que fazer, porque ele já foi encaminhado pelo Conselho Tutelar e a Apae para que seja investigado. Só que nada até agora foi feito, o caso foi para a Promotoria e eu não posso ficar parada esperando", salienta a mãe.


Para ajudar com qualquer valor a chave Pix é o número: 51 995246435.


Comments


bottom of page