top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Mercado de Pulgas promove a última edição de 2023 no salão da São José neste domingo


A feira mais tradicional e plural de Cachoeira do Sul, o Mercado de Pulgas, promove neste domingo, 17 de dezembro, a sua última edição de 2023. A organizadora Silvana Losekann convida todos para prestigiar a feirinha mais querida da cidade junto com muitas atrações e parceiros em horário especial, das 13h30min às 20h, no salão de festas da Paróquia São José.


A feira terá o chá da Paróquia com deliciosas guloseimas, além de exposição de carros antigos e de suculentas. "Além disso, teremos expositores com muitas opções de presentes de Natal e a sua presença que é oo combustível que mantém nossa feirinha viva há mais de 8 anos", ressalta.


EXPOSIÇÃO DE CARROS ANTIGOS - O Grupo Antigos Cachoeira - Antigomobilismo - estará mais uma vez presente no evento. Ele é destinado é para aqueles que escolhem preservar historicamente o estilo e período dos carros antigos. Conforme o organizador Claudio Alves, são expostos em média 50 carros de diversos modelos e anos. "Levamos 21 carros na última edição e sempre que possível estamos presente na feira, temos uma grande parceria", reforça.



EXPOSIÇÃO DE SUCULENTAS - A exposição de suculentas tem feito tanto sucesso que o grupo "Xonados por Suculentas" irá realizar a terceira exposição na feira. Conforme a idealizadora Magali, a exposição surgiu da idéia de mostrar o cultivo de um grupo de amigos viciados em suculentas, já que a grande maioria das pessoas não sabem que as suculentas ficam plantas grandes. "No grupo tem os viciados por plantas raras, outros amam os arranjos. O grupo possui 12 suculenteiros e podemos afirmar que cultivo de suculentas é uma terapia repleta de muito amor", destacou.



CAUSA ANIMAL - Presente no evento também estará a Evelize que junto com quatro voluntárias criaram o grupo "Proteção Animal - Abrace essa causa". A protetora e voluntária afirma que a equipe possui diversos apoiadores que ajudam no trabalho que é amplo envolvendo a Causa Animal. "Participamos da feira há algum tempo e estamos recebendo um retorno muito bacana. Marcamos presença com projetos de pescaria, bazar e brechó da Causa Animal para angariar fundos, além de fazermos um Pix Premiado. Neste domingo não estaremos presentes no Mercado de Pulgas porque teremos feira de filhotes na Casa Pet São Francisco, onde estaremos com sete filhotes de cães e três gatinhos para adoção, das 9h às 17h, sem fechar ao meio-dia. Fazemos esse trabalho voluntariamente, atendendo especialmente situações de rua e de risco, além de outras diversas situações", explica.


Ela conta que o grupo possui uma conta na Clínica São Francisco para esses atendimentos e que os animais atendidos são divulgados nas redes sociais. "Quem nos apoia nessa causa doa na Clínica São Francisco para ajudar a quitar as dívidas dos procedimentos.


MERCADO DE PULGAS VAI CONTINUAR EM 2024

Prestes a sair da Paróquia, o Padre Edson Pereira, que foi quem permitiu a parceria da feira com a São José, afirma que o Mercado de Pulgas foi verdadeiramente uma benção para a Paróquia. "Estava eu caminhando no pátio da Igreja e cheguei junto ao local onde está sepultado o Pe. Orestes e pedi a intercessão dele para que se pudesse restabelecer as famosas quermesses de antigamente da São José. No outro dia, me ligou a Silvana, que por intermédio da Gilza, solicitou o espaço e ne explicando como era o projeto. Daí, através da Dona Marina tivemos a ideia de juntos fazermos o "chá do padre", informa.


O Padre ainda cona que a Elisabete (Beti) abraçou a causa com outras voluntarias. "Desde então tudo foi acontecendo. Hoje temos a alegria de ter pessoas que aumentam sua renda nos produtos que comercializam (e que para alguns é a única fonte de renda). Esse é um trabalho social importante de resgate da dignidade da pessoa humana. Sua promoção é um bem maior. O valor arrecadado no brechó mantém grande parte de nosso trabalho de assistência de alimentos aos necessitados", destaca.


Sobre o futuro da feira, o Padre Edson disse que já está acertado com o padre que irá assumir para que essa parceria seja mantida para o próximo ano, sendo que a primeira edição de 2024 acontecerá em 18 de fevereiro. "Eu estarei indo a Santa Cruz do Sul no próximo ano onde atuarei na formação de seminaristas em vista ao sacerdócio. Agradeço a Deus que pelo padre Orestes suscitou o Mercado das Pulgas na São José", enfatizou.


Imagens: Divulgação.

Komentarze


bottom of page