• Da Redação

Orlando da Silveira | A educação empreendedora possui a capacidade de alavancar habilidades

Bem, como abordado anteriormente, e para equalizarmos nossos pensamentos no início desta leitura, já sabemos que a educação empreendedora está intimamente inserida no contexto da implementação de inovações no ambiente de ensino, visando assim propiciar o desenvolvimento de habilidades essenciais para uma boa preparação da carreira e da vida de crianças, jovens e adultos. Importante também salientar que no conceito de inovação que se propõe na atualidade, está inserida a utilização de novas tecnologias em ambiente educacional, o que implicará em novos métodos e projetos fundamentados em concepções de ensinar e aprender diferentes daqueles das propostas existentes.


Quando como educadores decidimos inserir a educação empreendedora dentro da sala de aula, ou como estamos vivendo na atualidade, dentro deste novo ambiente educacional – home office, poderemos obter diversos benefícios. Entendemos que um dos principais benefícios possíveis de ser obtido é a contribuição gerada para a formação de pessoas que saibam pensar e agir de forma diferente, sem tantas limitações, pois se a metodologia e ritual de nossas aulas é sempre da mesma forma, é complicado exigir muito dos alunos. Precisamos trabalhar este fator e inovar em nosso método de ensino para que eles consigam expandir suas mentes e capacidades.


Podemos destacar outro relevante benefício que é a melhoria da comunicação, pois como fomentamos no ambiente educacional os alunos a observar mais as coisas à sua volta, eles passam a entender melhor como elas funcionam e como devem se posicionar diante delas. Também a proatividade é mais uma habilidade incentivada o tempo todo, pois como já sabemos, no empreendedorismo é preciso criar, testar, validar, corrigir, voltar atrás, errar e acertar. Porém tudo isso demanda atitude por parte das pessoas, o que o ensino passivo não é capaz de promover.


Desta forma, entendemos que o ambiente educacional deve também prezar pela capacidade de superação, que costuma ser um dos maiores exemplos de inúmeros e renomados empreendedores e que negócios dão certo e errado todos os momentos, sendo que saber lidar com as frustrações na vida é um e talvez o maior aprendizado. Portanto, perceberemos esses e outros benefícios quando possuirmos como objetivo principal o desenvolvimento humano e não só o objetivo de formar mais um futuro administrador, advogado ou médico, enfim, formar só mais um futuro profissional.


ORLANDO F. DA SILVEIRA

ADMINISTRATIONE | Assessoria, Consultoria e Capacitação em Gestão

www.administratione.com.br | direcao@administratione.com.br


REFERÊNCIAS

BRITO, Glaucia da Silva; PURIFICAÇÃO, Ivonélia da. Educação e novas tecnologias: um (re)pensar. 2. Ed. Curitiba: InterSaberes, 2012.

FAVA, Rui. Trabalho, educação e inteligência artificial: a era do indivíduo versátil. Porto Alegre: Penso, 2018.


anúncie aqui!.png
1/1571