top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Prefeitura divide R$ 581 mil da Lei Aldir Blanc para a área cultural de Cachoeira



A prefeita Angela Schuh e a secretária municipal de Cultura, Mirela Kruel, reuniram representantes do Conselho Municipal de Cultura e da Amicus na manhã desta sexta-feira, 15, na Casa de Cultura, para anunciar o Plano de Ação do Município para a Política Nacional Aldir Blanc.


O valor de R$ 581.691,39 será distribuído em um Plano Anual de Aplicação de Recursos, com diferentes rubricas, para beneficiar o setor cultural da cidade.


A divisão dos recursos:

1 – Custo Operacional – R$28.363,42 – Valor para custeio de ações administrativas voltadas para consultoria, emissão de pareceres, auditorias, estudos técnicos e outros, por exemplo, a organização de um evento de formação e capacitação de entidades e produtores culturais;

2 – Fomento Cultural – R$50.000,00 – Editais para agentes culturais, associações culturais e produtores;

3 – Obras, reformas e aquisição de bens culturais – R$200.000,00 – A Secretaria Municipal de Cultura quer utilizar esse recurso para a reforma do auditório da Casa de Cultura, com investimento em pintura, sistemas de som e luz, aberturas, PPCI e acessibilidade. O projeto para reforma deve ser elaborado pelos técnicos da Secretaria Municipal de Planejamento.

4 – Subsídio e manutenção de espaços e organizações culturais – R$157.905,13 – O recurso será investido em qualificação e formação de colaboradores nas áreas da música, cerâmica, literatura e contação de histórias, com cursos abertos à comunidade.

5 – Implementar a Política Nacional Cultura Viva (investimento obrigatório de 25% do valor) – R$145.422,84 – Fomento de redes de Pontos de Cultura, com a abertura de novos Pontos que poderão acessar recursos específicos do Ministério da Cultura e da Secretaria de Estado da Cultura.


O que são os Pontos de Cultura?

São grupos, coletivos e entidades de natureza ou finalidade cultural que desenvolvem e articulam atividades culturais em suas comunidades, reconhecidos, certificados ou fomentados pelo Ministério da Cidadania por meio dos instrumentos da Política Nacional de Cultura Viva.

Atualmente, Cachoeira possui dois Pontos de Cultura, a Fazenda da Tafona e o CTG Os Gaudérios.


Para apreciação do Conselho – A secretária Mirela explicou que todas as ações do Plano serão apreciadas pelo Conselho Municipal de Cultura. “Nossa gestão sempre primou pelo estreitamento de laços com o Conselho, com a Amicus e com as demais instituições culturais”, explicou Mirela.

“Estamos devolvendo à Cachoeira a importância cultural que a cidade já teve”, comemorou a prefeita Angela Schuh ao anunciar os recursos.






留言


bottom of page