top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Prefeitura vai fiscalizar os fogos de artifício na virada do ano

A prefeita Angela Schuh determinou uma intensa fiscalização a partir desta quarta-feira, 27 de dezembro, com relação ao manuseio, utilização, queima, soltura, depósito, transporte e a comercialização de fogos de artifício e artefatos pirotécnicos que possuem estampidos (efeitos sonoros), em Cachoeira do Sul.


A proibição está prevista na Lei Complementar Municipal 001/2004 (Código de Posturas do Município) e por isso será fiscalizada. A prefeita e Secretário de Governo e Procurador-Geral, Hélio Garcia Junior, já trataram com representantes do setor de fiscalização de posturas, setor de trânsito e Brigada Militar, que garantiram que as equipes estarão na rua nesta semana e também na noite do ano novo (31) para coibir isso.


“Vamos tentar evitar que isso aconteça. O barulho perturba crianças, idosos e quem tem o espectro autista. Além disso, leva animais ao sofrimento e muitos se perdem ou machucam”, enfatizou Angela. A multa é de 20 URM's para quem descumprir as regras. Os estabelecimentos que vendem, em caso de reincidência, tem a multa multiplicada pela quantidade de infrações cometidas. Após a quinta infração, terá suas atividades interditadas e alvará de funcionamento cassado.

DENÚNCIAS – As denúncias com relação aos fogos de artifício pode ser feitas pelo telefone 190 (Brigada Militar), 37246123 (setor de fiscalização de posturas) ou 37246122 (plantão da Secretaria de Obras na noite do dia 31)



Crianças com TEA sofrem com os estrondos

Não são apenas os animais que sofrem com os estrondos causados por bombas e alguns tipos de fogos de artifícios. Ele acomete também as crianças com TEA (transtorno do espectro autista). Isso acontece devido a sua hipersensibilidade a sons, o que faz com que elas escutem esses barulhos e ruídos de uma só vez provocando uma sobrecarga aos sentidos, ao mesmo tempo ocasionando crises como choros e instabilidade emocional e comportamental.


Estudos mostram que quando crianças apresentam algum tipo de alteração sensorial, elas podem sentir até oito vezes mais as entradas sensoriais, pois não conseguem modular estas entradas sensoriais e acabam sentindo os estimulo do ambiente com mais intensidade.


Animais ficam muito assustados

O barulho estrondoso dos fogos deixa os animais, especialmente cães, gatos, aves e animais selvagens de vida livre muito assustados e estressados. Isso que pode resultar em grande perigo para a saúde e vida dos animais, como fugas, lesões, quedas, fraturas, parada cardiorrespiratória e até mesmo óbito. Redobrar os cuidados com os animais nesta data é primordial para mantê-los sadios e seguros.

Texto: Patricia Miranda - Ascom Prefeitura Cachoeira

Comments


bottom of page