top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Programa Jovem Aprendiz do Senac-RS promove mudança na vida de novos talentos

A Lei da Aprendizagem estabelece que empresas que tenham pelo menos sete empregados são obrigadas a contratar jovens aprendizes, sendo a quantidade variando de 5% a 15%, conforme o número de empregados cujas funções demandem formação profissional. Visando a formação de talentos para o mercado de trabalho, o Senac-RS oferece o Programa Jovem Aprendiz. Para quem tem dúvidas sobre a oportunidade, o Orientador de Educação Profissional do Senac Comunidade, Márcio da Silva Oliveira esclarece alguns pontos:


Que é necessário para se inscrever?

Ter entre 14 e 24 anos incompletos (sem limite de idade para pessoa com deficiência), estar matriculado e frequentando a educação básica (ensino fundamental ou médio) ou já ter concluído o Ensino Médio, ter disponibilidade para trabalhar 4 horas no turno manhã ou tarde e disponibilidade de 10 a 20 meses para poder concluir todo o programa de aprendizagem do Senac Comunidade.


Importância do Programa

De acordo com o orientador, o programa tem uma contribuição bem significativa na vida dos jovens, pois, ao realizar as práticas nas empresas, bem como frequência nas aulas teóricas com atividades vivenciais e com desenvolvimento totalmente autônomo, cria uma visão de mundo crítica, criativa, inovadora e autêntica para ingressar no mercado de trabalho.


O início de Dean

Dandara Escobar Alves, mais conhecida como Dean, tem 18 anos, é natural de Porto Alegre e realiza o curso de Vendas do Programa Jovem Aprendiz do Senac há 6 meses. A aluna destaca quando recebeu a notícia de entrar no Senac e começou no mercado de trabalho. "Foi ótimo para mim, poder ter minhas coisas, ver que eu batalhei para aquilo e que todo mundo é capaz, porque eu me sentia inútil só estudando", comenta.


Para a aluna, o Jovem Aprendiz é muito importante, pois antigamente, quando não existia, o acesso ao mercado de trabalho para os jovens era mais complicado. "Hoje o aluno consegue seguir seu caminho, indo direto à evolução de degrau a degrau, com os orientadores que ajudam, com o apoio de todos da escola. Aprende, tira dúvidas quando quiser, é uma coisa mais flexível. Dessa forma, é possível consegue desbloquear alguns cadeados no peito que tem a cada degrau da evolução, uma sensação ótima", ressalta.


A mudança na vida de João

João Manoel Canedo tem 20 anos, é natural de Canoas e realiza o curso Técnico em Administração através do Programa Nova Geração do Caldeira há 6 meses. O canoense conta que, antes do Senac, estava sem rumo, sem uma carreira em mente, querendo encontrar qualquer trabalho e não querendo mais estudar. "Mudou o meu jeito de enxergar as coisas, já sei qual faculdade quero fazer e tenho uma carreira em mente. Planejo cursar psicologia após o término. Fui guiado para uma área que eu adoro", afirma.


Atualmente, João trabalha na empresa Buffon e atribui a responsabilidade ao Senac por estar inserido no mundo profissional. "Antes, não tinha muita experiência. Hoje, estou na área administrativa. Provavelmente não estaria se não fosse o Senac. Aconselho a todo jovem para fazer parte do jovem aprendiz, pois pode ajudá-lo assim como me ajudou", recomenda.


Como fazer para se inscrever/participar?

O jovem interessado precisa candidatar-se às vagas de aprendizagem encaminhando o seu currículo para empresas contribuintes para que ocorra o processo seletivo, sendo aprovado e encaminhado ao Senac para realizar sua matrícula.

Imagem: Reprodução.

Comments


bottom of page