top of page
  • Foto do escritorDa Redação

SMEd desativa a EMEF Monsenhor Armando Teixeira por baixa demanda

A Secretaria Municipal de Educação, após reunião com a comunidade escolar, definiu por desativar a EMEF Monsenhor Armando Teixeira, localizada no Passo do Seringa, interior do município. No início deste ano, a Escola contava com 12 alunos matriculados no ensino fundamental (do 1º ao 4º ano) e 4 alunos na pré-escola.


Para atender aos alunos, a SMEd disponibilizava uma professora 40h, que também era diretora e responsável pela limpeza e alimentação, uma professora 30h, uma monitora 40h e uma professora 10h para cobrir as horas-atividades das demais.


“Não é responsável por parte do gestor manter uma estrutura de profissionais para a pequena quantidade de alunos”, explica a secretária Solanje Lemes Louzada. Além da pouca demanda de estudantes, a Escola contabiliza 4 arrombamentos em 2023, não conta com o abastecimento de água potável e tem problemas na rede elétrica.


Segundo Solanje, a maioria das mães optou por matricular os filhos na EEEF Angelina Vieira da Cunha, mas há opção também para EEEF Dinah Neri, na Barragem do Capané. Para ambas possibilidades já há linhas de transporte.


A SMEd ainda está analisando, de forma individual, a situação de outras escolas com baixa demanda de alunos.

Imagem: Arquivo.


Comments


bottom of page