top of page
  • Foto do escritorDa Redação

29ª Romaria reúne 60 mil devotos de Maria, Mãe do Redentor


Neste domingo, 15, a Diocese de Cachoeira do Sul, celebrou a 29ª Romaria Diocesana a Maria, Mãe do Redentor, com a procissão saindo às 8h30 minutos de fronte a Catedral, seguindo as ruas Conde de Porto Alegre e Avenida Orlando da Cunha Carlos com destino final no Santuário/Parque da Romaria, na Volta da Charqueada. O tema da edição deste ano era “Maria ensinai-nos a dizer sim a Deus, e proposito do ano vocacional “Cada comunidade uma nova vocação.”


Segundo a Coordenação da Romaria, a edição deste ano reuniu cerca de 60 a 70 mil romeiros devotos da Mãe do Redentor, das treze paróquias pertencentes à Diocese de Cachoeira do Sul, além dos romeiros que vieram de outras dioceses como a de Novo Hamburgo.

A Romaria foi marcada por muita emoção, fé e gratidão, devotos da Mãe do Redentor relataram que essa foi umas das romarias mais lindas que já teve, pois puderam agradecer os milagres que tiveram em suas vidas através da intercessão de Maria, Mãe do Redentor.


Dom Edson, bispo da Diocese de Cachoeira do Sul, pede Paz no Brasil, no Mundo e de modo especial entres os países que estão em guerra e diz “a humanidade está perdendo sua condição, nos estamos perdendo a nossa condição humana. A guerra é uma derrota dizia o Papa Francisco, e uma derrota da humanidade inteira, de todos nós, por isso vamos rezar pela Paz hoje, vamos orar por todos aqueles que precisam de nossa oração, todos que sofrem, padecem sobre as diversas condições, não só da sua vida pessoal, mas também de sua vida social,” concluiu Dom Edson.


Infraestrutura

No caminho para o Santuário Maria, Mãe do Redentor (Parque da Romaria), foi encontrado obstáculos devido à presença de numerosos veículos estacionados no meio da via, que não estavam ali para prestar qualquer tipo de assistência. Por outro lado, no Santuário Maria, Mãe do Redentor, foi constatado que a infraestrutura estava em ótimas condições, segundo os fiéis. Haviam opções de praça de alimentação, diversos tipos de lanches, além de um movimentado comércio ambulante na entrada do Santuário.


Crédito: William Barreto.




Fotos e texto: William Barreto.

Comments


bottom of page