top of page
  • Lenon Quoos

Azeites de Cachoeira e região entram em lista dos melhores do mundo

Um dos guias mais importantes e respeitados do mundo, o Flos Olei 2024, que está em sua 14ª edição, selecionou 12 marcas de azeites brasileiros entre os 500 melhores do mundo em sua lista divulgada na última semana.


Participaram fabricantes de 56 países, que receberam notas que vão de 80 a 100 pontos. Ao menos nove alcançaram a soma máxima de pontos – cinco da Itália, três da Espanha e um da Croácia.

  • Prosperato (Caçapava do Sul/RS): 95 pontos

  • Sabiá (Encruzilhada do Sul/): 95 pontos

  • Verde Louro (Canguçu/RS): 93 pontos

  • Lagar H (Cachoeira do Sul/RS): 91 pontos

  • Capela de Santana (Sentinela do Sul/RS): 88 pontos

  • Estância das Oliveiras (Viamão/RS): 88 pontos

  • Capolivo (Canguçu/RS): 88 pontos

  • Bem-Te-Vi (Encruzilhada do Sul/RS): 85 pontos

  • Casa Marchio (Encruzilhada do Sul/RS): 84 pontos

  • Al-Zait (Rosário do Sul/RS): 83 pontos

  • Orfeu (São Sebastião da Grama/SP): 83 pontos

  • Verolí (Sapucaí-Mirim/MG): 83 pontos

O primeiro colocado na lista brasileira é o Prosperato, produzido em Caçapava do Sul (RS), que teve a primeira safra há apenas 10 anos. Já o produto das Fazendas do Azeite Sabiá, segundo colocado brasileiro, também recebeu uma outra premiação internacional em 2023.


Desta vez, o italiano Lodo Guide, um dos concursos mais tradicionais de azeites de oliva extravirgem do mundo, reconheceu a brasileira como a Empresa do ano. A marca concorreu com as prestigiadas companhias italianas: Marfuga, fundada em 1817, e Frantoi Cutrera, criada em 1906.


Lançado comercialmente em 2020, o Azeite Sabiá é produzido em duas fazendas, uma em Santo Antônio do Pinhal (SP) e a outra na Serra do Sudeste (RS). Em sua quarta safra comercial, já coleciona 86 prêmios internacionais – foram mais de 20 pódios só em 2023.

Imagem: Arquivo.

Comments


bottom of page