top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Cachoeira confirma 5º caso de dengue e agiliza mutirões nos bairros

O Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), através do setor de Vigilância Epidemiológica, registrou o  caso de dengue no município em 2024 e, diante do quadro de evolução da doença no Rio Grande do Sul, está alertando a população para a importância das medidas preventivas nos domicílios.


“A ferramenta mais efetiva de combate ao mosquito Aedes aegypti ainda é a prevenção, ou seja, a população precisa adotar os cuidados recomendados a fim de evitar pontos de água parada e a proliferação dos criadouros em seus imóveis”, adverte o secretário municipal da saúde, Paulo Gonçalves.


De acordo com o Boletim da Dengue emitido na última sexta-feira, 16, pela Secretaria Estadual da Saúde, subiu para cinco o número de laudos positivos na cidade, sendo três deles denominados de casos importados, quando o paciente foi contaminado fora do Estado. Do início do ano até agora, são 12 notificações para a doença em Cachoeira do Sul, das quais seis continuam sob suspeita e uma já foi descartada.


A fim de orientar os cachoeirenses na tarefa da prevenção, a Secretaria Municipal da Saúde, por meio de ação planejada pelo DVS, retoma nesta quinta-feira (22/02) os mutirões de combate à dengue. As ações serão semanais, inicialmente em bairros da zona norte do município.


PROMORAR

A ação inicial acontece entre 8h e 12h no Bairro Promorar, com concentração das equipes antes do horário de início na Estratégia de Saúde da Família (ESF) da localidade. Segundo o coordenador do DVS, Luís Carlos Adorne, serão 24 agentes de combate às endemias e agentes comunitários de saúde mobilizados para as tarefas de vistoria às residências e estabelecimentos comerciais das regiões anunciadas e de transmissão de orientações aos ocupantes destes imóveis.


Nos mesmos moldes dos mutirões anteriores, os servidores municipais vão ingressar nos domicílios à procura de focos do mosquito e esclarecer os contribuintes acerca de providências a serem adotadas em seus espaços para evitar a contaminação pelo vírus.


Nos locais onde ficar evidente a necessidade de limpeza e descarte de materiais acumulados, os moradores serão orientados a colocarem os entulhos em frente às propriedades para recolhimento por parte do caminhão da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.


Uma vez detectados focos dos insetos, as equipes farão o agendamento para pulverização do produto que elimina as larvas e mosquitos, trabalho que é desenvolvido à tardinha e à noite, períodos nos quais a circulação dos mosquitos acontece. A campanha preventiva seguirá com ações semanais pelos bairros Oliveira (dias 29/02 e 07/03) e Noêmia (14/03).


DENGUE: MEDIDAS DE CUIDADO

A população deve:

✓ tomar água para se manter hidratada;

✓ revisar interna e externamente as áreas da residência, ao menos uma vez por semana, colocando fora objetos que acumulem água;

✓ procurar uma unidade de saúde diante das manifestações dos primeiros sintomas compatíveis com dengue e na ocorrência de sinais de alarme;

✓ usar repelente para sua maior proteção.


ATENÇÃO AOS SINTOMAS

Os sintomas de alarme da dengue são:

✓ dor abdominal intensa e contínua

✓ vômitos persistentes ou recorrentes

✓ sangramento de mucosas (nariz/gengivas)

✓ sangramento menstrual intenso

✓ tonturas ou sensação de desmaio

✓ sonolência excessiva ou irritabilidade

✓ diminuição da produção de urina

✓ pele pálida, fria e úmida

✓ dificuldade respiratória

✓ dor no peito ou dificuldade para respirar. 

Imagem: Arquivo.


Comentarios


bottom of page