top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Nathan Athaides assume presidência do PP em Cachoeira

O cachoeirense, professor de Física da rede estadual, Nathan Saraiva de Athaides, de 28 anos, é o novo presidente do Partido Progressitas (PP) de Cachoeira do Sul. Athaides foi nomeado na semana passada após uma reestruturação da executiva do partido. Com a desfiliação de Marcos Carneiro como presidente no mês de maio, a vice-prefeita Angela Schuh havia assumido a presidência desde então. Além da formação em Física, Nathan é motorista de aplicativo e já foi diretor da STAS e assessor parlamentar.


No entanto, com o afastamento do prefeito José Otávio Germano pela Operação Fandango, Angela passou ao cargo de Prefeita e após algumas semanas, em conversa com Nathan, ela decidiu que deveria deixar a presidência, pois não conseguiria dar a assistência necessária para todos os compromissos. "A Estadual informou que não teria interferência na reestruturação do partido, desde que se siga o Estatuto. A Angela precisa de tranquilidade no momento para gestar o Munícipio nesse fim de ano, já que está acontecendo reestruturação no Executivo em geral", explicou Nathan.


Conforme o estatuto, o segundo que deveria assumir seria o Secretário de Govero, Fernando Cantarelli, mas sua situação também é inviável por não ter tempo, já que é braço de confiança da prefeita em exercício, Angela. "Por sequência eu que sou secretário do partido acaba chegando em mim para ser presidente. O Progressistas é um partido que faz parte da história de Cachoeira e me sinto honrado por gerir como presidente, no qual permanecerei até 2026, pois trata-se de um mandato-tampão", destaca.


Athaides conta que o que lhe motiva e o seu principal trabalho é dar tranquilidade para os candidatos da sigla poderem concorrer. "Vamos ter uma eleição difícil em 2024, a nominata de vereadores será menor, passando de 23 para 16, sendo 11 homens e 5 mulheres. Portanto, a Executiva deve dar tranquilidade para esses candidatos para que não se preocupem com todo o tramite que envolve as candidaturas. Existe uma série de documentação que é o partido que lança", explica.


Ele explica que está planejado movimentos de filiação, não focado somente em filiados novos, mas em resgatar o amor pelo Progressistas, reorganizando movimentos do partido.


Sobre a investigação da chapa, Nathan diz que se entende que existe uma investigação, muito embora o partido ainda não tenha acesso ao que exatamente está acontecendo, ou seja, seus detalhes. "Só tivemos acesso como partido à aprovação das contas da chapa, contas aprovadas com ressalvas e com uma multa de R$ 1,7 mil à chapa, valor que estava dirigido ao prefeito José Otávio Germano", conta.


A majoritária para prefeito ainda não foi discutido. Já sobre a nominata de vereadores, o partido está fazendo uma previsão e organizando quem tiver interesse real para não ter que excluir nomes.

Imagem: Arquivo.

Comments


bottom of page