top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Reajuste de 3,13% na contas de energia da RGE entrará em vigor em agosto

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu,  manter as tarifas de energia atuais da companhia Rio Grande Energia (RGE Sul) Distribuidora de Energia por dois meses. O reajuste tarifário da RGE estava previsto para esta quarta-feira (19). Com a prorrogação autorizada pela diretoria colegiada da Aneel, o reajuste somente virá após 18 de agosto.


A previsão era de que a tarifa dos consumidores da RGE Sul subisse, em média 1,10% para todos os consumidores, sendo -3,99% para a alta tensão e 3,72% para baixa tensão. Para os clientes residenciais em baixa tensão, o reajuste ficará em 3,13%.


Em maio deste ano, o governo do Rio Grande do Sul decretou situação de calamidade pública no estado, por causa dos problemas provocados por chuvas intensas. A situação foi reconhecida oficialmente pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional.


A RGE Sul informou que, à época em que os primeiros 336 municípios foram atingidos pelos eventos climáticos extremos, a distribuidora de energia atendia 271 daquelas cidades.  Por isso, a concessionária considerou que não seria viável a aplicação de reajuste tarifário significativo neste momento.


A companhia propôs, então, à Aneel a prorrogação por dois meses, para não agravar ainda mais a situação econômica a ser enfrentada por seus clientes nos próximos meses.


Segundo a Aneel, o preço da energia elétrica é calculado uma vez ao ano pela diretoria da agência para garantir à população o fornecimento de energia com qualidade e proporcionar recursos suficientes para manter as atividades das empresas do setor, conforme vídeo explicativo.







Comments


bottom of page