top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Banco Central homologa a criação da Sicredi Gerações RS/MG


O Sicredi, primeira instituição cooperativa do Brasil, com mais de 120 anos de história, conta com uma nova cooperativa de crédito, resultado da união entre a Sicredi Centro Leste RS e a Sicredi CrediGrande MG. Em processo encaminhado em dezembro de 2023 e homologado pelo Banco Central no dia 22 de fevereiro, nasceu a Sicredi Gerações RS/MG, com sedes administrativas em Cachoeira do Sul (RS) e em Lavras (MG) e uma base de atuação de 18 municípios gaúchos e 18 mineiros. A partir deste sábado, 9, inicia a operação conjunta, com a unificação dos sistemas de atendimento aos associados.


“Estamos confiantes com as novas oportunidades que surgem desta união. A Sicredi Gerações passa a ser uma cooperativa única, mais forte e mais preparada para juntos ampliarmos nossa atuação no Rio Grande do Sul e Minas Gerais e consolidar o cooperativismo de crédito nas regiões que vamos atuar”, destacou o presidente da Sicredi Gerações RS/MG, Paulo Alex Falcão. O processo de unificação, aprovado em Assembleia de Associados em dezembro de 2023, também definiu a nova composição do Conselho de Administração, com Paulo Alex Falcão (presidente), Hedeilson Alves de Figueiredo (vice-presidente), Fabio Renato da Silva (diretor Executivo), Rodrigo Favareto (diretor de Operações) e Renê Ribeiro de Lima (diretor de Negócios).


“A união das duas Cooperativas dará ainda mais força ao movimento de desenvolver as regiões onde o Sicredi está presente por meio do cooperativismo de crédito. Será um trabalho integrado, unindo forças e contribuindo para o desenvolvimento local. Além disso, a união das duas cooperativas trará benefícios às regiões e aos associados, como o fortalecimento do modelo de gestão do Sicredi que coloca o associado como protagonista do negócio, além do fomento ao desenvolvimento econômico e social”, enfatiza do diretor Executivo, Fábio Silva.

 

Estrutura - A Sicredi Gerações RS/MG nasce com 56,3 mil associados, 300 colaboradores e 25 agências, acumulando Ativos de R$ 2 bilhões e um patrimônio líquido de R$ 276 milhões. Ao todo, são 36 municípios da nova base de atuação, composta por Cachoeira do Sul, Guaíba, Cerro Grande do Sul, Barão do Triunfo, Mariana Pimentel, Sertão Santana, Encruzilhada do Sul, São Jerônimo, Charqueadas, Tapes, Sentinela do Sul, Pantano Grande, Butiá, Minas do Leão, Amaral Ferrador, Arroio dos Ratos, Barra do Ribeiro e Eldorado do Sul, no Rio Grande do Sul; Cana Verde, Carmo da Cachoeira, Carrancas, Cruzília, Ibituruna, Ijaci, Ingaí, Itumirim, Itutinga, Lavras, Luminárias, Minduri, Nazareno, Nepomuceno, Perdões, Ribeirão Vermelho, São Bento Abade e São Thomé das Letras, em Minas Gerais.

Comments


bottom of page