top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Igor Noronha | Giro da Semana

NOMES, SÓ

Até aqui o debate sobre a eleição a Prefeito tem sido de nomes. Cada semana um novo é lançado. A cada movimentação um cenário é desenhado e as opções tem sido este ou aquele, esta ou aquela. É urgente que deixemos os nomes e passemos a discutir a Cachoeira que queremos ou talvez, o mais racional, a cidade que precisamos. Planos claros a curto, médio e longo prazo. Para uma cidade universitária, produtora de muito conhecimento, é o mínimo que se espera de quem pretende nos governar pelos próximos 4 anos e aplicar um orçamento que passa do meio bilhão de reais por ano. 


PERGUNTAR NÃO OFENDE

Se a Empresa Nossa Senhora das Graças foi inabilitada da licitação dos ônibus por não apresentar balanços financeiros o que justifica o aumento concedido pela Prefeitura?


ENQUANTO ISSO...

O cachoeirense que já sofre há anos com um serviço de má qualidade poderá ficar sem ele, pela greve anunciada.


PATRIMÔNIO

Assunto tratado na reunião de um conselho municipal, que tornei público na última coluna, repercutiu bastante. Os relatos são surpreendentes. Os “sumiços” vão de pequenas peças do que está indo a leilão à máquinas de grande valor. Tudo sendo apurado e sindicâncias sendo abertas. Aguardemos.

 

PATRIMÔNIO II

A esmagadora maioria dos servidores municipais são profissionais sérios. Retirar do serviço público alguns “tomates estragados” é necessário para que nos levantemos do maior escândalo de corrupção que Cachoeira já viu. 


SEM PROFESSORES

O futuro da educação básica está ameaçado pela falta de professores. Ao menos 58% dos alunos de cursos de licenciatura, destinados à formação docente, abandonaram a universidade antes de receber o diploma, revela o Censo da Educação Superior de 2022. Apesar disso, o governo do Estado anunciou concurso para reposição de 3 mil novos profissionais este ano. 


POR FALAR NISSO...

Este ano termina o Plano Nacional da Educação Vigente. É uma regra que tem validade de 10 anos e apresenta uma série de diretrizes e metras a serem cumpridas nos 3 níveis de governo, dependendo da responsabilidade que têm. 


TURFE

O militar da reserva Rômulo Jägnow deve ser o novo presidente do prado local, o hipódromo do Amorim. Seu principal desafio será a volta das corridas. Atualmente, no interior do Rio Grande do Sul, somente aqui e em Pelotas tem prado. Os hipódromos de Bagé, Santa Maria e Rio Grande não mais existem.

 

RESPONSÁVEIS

Não adianta o Prefeito de Porto Alegre e o Governador do Estado gravarem vídeos preocupados, cobrando, dizendo que responsabilizarão e acampando na sede da concessionária. Ambos deram causa pois são entusiastas de entregar de mão beijada o patrimônio público construído por gerações de gaúchos a quem só pensa no lucro pelas privatizações. Enquanto isso ainda tem gente sem energia na Região Metropolitana.


TORÇO

Que não sintamos no saneamento, pela entrega da CORSAN, o que cidadãos do mundo inteiro sentiram quando seus governos entregaram a água aos empresários. A experiência foi tão desastrosa que foi buscado de volta. 


EMPREENDER SOCIAL

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social está com edital aberto para adesão dos municípios ao programa que objetiva fomentar a geração de renda, promover a autonomia por meio do empreendedorismo e integrar o público da Política de Assistência Social ao mundo do trabalho através de cursos de qualificação voltados à área de empreendedorismo e finanças. As inscrições iniciaram dia 15/01 e vão até 09/02.

Igor Noronha


Comments


bottom of page