top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Cargill assume a Granol em Cachoeira e conclui aquisição de complexos industriais

A multinacional Cargill anunciou nesta sexta-feira, 1º de dezembro, que concluiu o processo de aquisição de três fábricas de esmagamento de soja e produção de biodiesel, além de quatro armazéns da Granol. Em setembro, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deu o aval para o andamento da operação. A maioria dos funcionários foi recontratada pela nova proprietária do complexo da Volta da Charqueada, que intensificou as negociações de compra em meados de 2023.


Em nota, a Cargill disse que as aquisições estão alinhadas com a estratégia de crescimento no país. De acordo com a empresa, o movimento irá aumentar a capacidade produtiva de proteínas e óleos vegetais, e também a produção de biocombustíveis, além de diversificar o portfólio de soluções da empresa.


“Estamos muito animados com a integração dos novos ativos e a chegada de mais de 1.300 novos funcionários à nossa equipe. Com a aquisição, reafirmamos nosso compromisso com o agronegócio brasileiro, conectando quem produz alimentos e energia com os mercados consumidores e ainda contribuímos com a descarbonização no setor de transportes, com o aumento da oferta de biocombustíveis ao mercado”, disse, na nota, Paulo Sousa, presidente da Cargill no Brasil e líder do Negócio de Commodities Agrícolas da Cargill na América do Sul.


As fábricas adquiridas pela Cargill ficam nas cidades de Anápolis (GO), Porto Nacional (TO) e Cachoeira do Sul (RS), e os quatro armazéns estão em Silvânia (GO), Porto Nacional, Figueirópolis e Marianópolis (TO).


Com a incorporação dos novos ativos, a Cargill afirma que se posiciona agora como um dos principais produtores de biodiesel do país e amplia sua atuação no segmento de esmagamento de soja.


SAIBA MAIS

A planta da Granol em Cachoeira do Sul recebeu investimentos estimados em cerca de R$ 450 milhões desde sua aquisição da antiga Centralsul em 2005. Localizada nas margens do Rio Jacuí, na Volta da Charqueada, possui uma capacidade diária de industrialização de 2 mil toneladas de soja, 933 metros cúbicos de biodiesel e 100 toneladas de glicerina bidestilada grau fármaco. Até então, a Granol empregava no complexo aproximadamente 350 funcionários.


Localizada a 350 quilômetros do porto de Rio Grande, a planta atraiu as atenções da Cargill devido à logística favorável no processo de compra. Além disso, está situada no distrito industrial do porto de Cachoeira do Sul, atualmente inativo, mas com potencial para ser reativado para escoamento da produção pelo Rio Jacuí até a Lagoa dos Patos e o porto de Rio Grande.

Imagem: Arquivo.


bottom of page