top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Igor Noronha | Giro da Semana

CPI DA SAÚDE

Se tudo que foi noticiado efetivamente aconteceu estamos diante de novo incidente grave envolvendo a Administração Pública Municipal, com implicações penais inclusive, mas direito é prova e a Comissão deve observar todas as prerrogativas dos investigados sob pena de nulidade. A presença do único vereador advogado é certeza que isso será seguido. Termos mais uma investigação terminada, como diz a gíria, “em pizza”, joga contra a seriedade do processo e em ano eleitoral é situação que a atual composição da Câmara não deve querer pra si.

 

IGUALDADE

Foi divulgado, quando profissionais não recebiam o “combinado”, que consultas de pessoas falecidas eram lançadas, Que a prática se dá em função do baixo interesse desses profissionais em trabalhar no setor público. Por que o critério usado para tornar “mais atrativa” a vinda de médicos para o SUS, como o aumento da remuneração, não é usado em outras funções, também importantes, no município?

 

ATÉ QUE A INSATISFAÇÃO NOS SEPARE

Após as melhores intensões que resultaram em confirmação das alianças apresentadas até aqui, às eleições deste ano, ruídos começam. Temos desde aliados que não são mais bem vistos ao centralismo em decisões que cabem ao grupo de aliados. É de lembrar que até agosto, mês das convenções, muita água pode rolar.

 

ABANDONO DE ANIMAIS

Vários casos de animais transitando por vias e de abandono de cavalos. Se ao trabalho de cadastramento e chipagem tivesse sido dada continuidade seria mais fácil apurar responsabilidades. Por falar nisso, o castra segue imóvel.

 

ESTRADAS

Em entrevista, o Secretário do Interior, Alexandre Cassol, tocou em um assunto que vem sendo tratado no Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural há tempos: o asfaltamento das estradas do meio rural. Temos cerca de 2900 km de vias, se formos pavimentando gradativamente, algo como 20 km por ano, este problema de décadas vai se amenizando, deste que seja tratado com a prioridade que merece.

 

EMENDAS

O que mais se comemora é quando vem dinheiro federal, mas quando lideranças locais conseguem a Prefeitura sequer consegue fazer com que o recurso chegue aos destinatários. A situação vivida pelo Projeto Gauchinho é lamentável, o mesmo que está acontecendo com uma emenda federal para pavimentação, recebida no final do governo GG, com assinatura de contrato e dinheiro disponível na Caixa Federal e tudo. Sobe isso, falei com a Secretária de Governo e com a Prefeita, mas até agora não tive retorno. Enquanto isso, a via segue esburacada e sem calçamento.

 

EMENDAS II

Se os recursos da rua coberta podem não ser executados, os demais projetos, como ficarão? Até então a justificativa era que, mesmo não prioritários deveriam ser executados, pois era “verba carimbada”. É mentira lá ou cá?

 

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Na semana do dia nacional da liberdade de imprensa lembrar que imparcialidade e isenção são pilares do bom jornalismo. As redes sociais oportunizam que as pessoas possam, com os mesmos critérios, selecionar o que veem e foram elas, as redes, que derrubaram os portões por onde passava somente o que “intere$$sava” aos veículos divulgar.

 

SEGURANÇA ALIMENTAR

Na semana também foi lembrado seu dia. Temos uma agricultura familiar forte que nos brinda com o que há de melhor no campo, toda semana, sexta e sábado, na Feira Livre Municipal. Vale a pena prestigiar os produtores.




Igor Noronha

Comments


bottom of page